Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘rpgcon’

E aí galera, lembram de mim? Passei tanto tempo na minha caverna hibernando que nem atualizei o blog.
Lembram-se do que eu disse a respeito do meu vício por mmorpg? Pois é, DDO (Dungeons and Dragons Online) e, mais recentemente, Lotro (Lord of the Rings Online) têm consumido todo o meu tempo livre.

Além disso, duas semanas depois do RPGCon, eu e meu grupo de jogo nos demos conta de que perdemos o evento. Eu estava tão desantenado das notícias, que acabei viajando para visitar meus pais em outro estado na referida data. OMG!!!!

Tenho jogado D&D quarta edição esporadicamente. Estamos nos aventurando no Thunderspire Labyrinth, mas  infelizmente, não tirei fotos das seções. Tive a felicidade de receber no meio do ano a aventura clássica Tomb of Horrors só por estar com cadastro atualizado como mestre. Dei uma folheada no material e fiquei horrorizado por ser uma dungeon feita para matar players. Nosso mestre disse que vamos jogá-la. Falou isso com um sorrisinho sádico no rosto.

Voltando ao assunto mmorpg, estou muito ansioso com o update 7 do DDO. Teremos duas novas raças: Half orc e Half elf, nova dragomark, uma raid, um evento novo de aniversário, mudanças na forma como manipulamos o inventório e auction house com sistema de busca (uma coisa básica, mas que não tínhamos de forma decente). Meu intimitank está bem forte e com equipamento bom. Tenho “tankado” os bosses de todas as raids, mesmo não tendo reencarnado nenhuma vez. Além disso, tenho as principais quests do jogo sem desembolsar um tostão do bolso. Guardei meus turbine point e esperei elas entrarem na promoção para “comprá-las”.

Agora, em setembro, comecei a jogar Lotro, que virou Free to play. O pessoal do meu grupo de jogo já jogava na época que era pago, mas como eu sou mão de vaca, só jogava DDO grátis. Acho bem legal que a estória do seu personagem segue e muitas vezes encontra a fellowship do Frodo. Você os ajuda nos bastidores, tornando o jogo mais envolvente pra quem leu o livro / assistiu o filme. Mas estou insatisfeito com o sistema de combate, acho meio paradão se compararmos com DDO. Muitas quests são do tipo “Mensageiro de Luxo da Terra Média”, ou seja, vá falar com o fulano de  tal, pegue o  item e entregue pra ciclano. Essas quests pra “encher linguiça” me irritam.

É isso que eu tenho para contar por hora galera, um abraço!

Anúncios

Read Full Post »

Fotos RPGCon

Algumas fotos do RPGCon:

RPGCon1
Tsu, Marcelo Dior, Véxo, Mamangava (atrás), Renato do Recife, Netão

RPGCon2

Na frente Taz, Cuthalion, Rodolfo, Renato do Recife e Allian

Fotos tiradas no Bar:
Kaijin e Namorada
Kaijin e Namorada
Cuthalion e Namorada
Cuthalion e Namorada
Netão
Netão
Foto em casa:
Tsu House
Marcelo Dior e Doug Alves

Read Full Post »

No domingo foi difícil de acordar. Estava cansado, andei muito no dia anterior. Mas estávamos animados por mais um dia de evento. A primeira coisa que fizemos ao chegar foi gravar o podcast do Vozes. Eu e o Mamangava participamos e no meio da gravação apareceu o Valberto do Lote do Betão, zumbizeiro de carteirinha. Registramos nossas impressões sobre o dia anterior, coisas legais e pontos a melhorar. No final, o Mamangava falou sobre suas expectativas com relação a Gurps 4ed traduzido pela Devir. Estou ansioso para ouvir o resultado da gravação pq nunca tinha participado de um podcast.

Depois, encontrei a galera do Paragons e o Tarmann. Fiquei supreso pq o Shingo Watanabe não é japonês hehee.  Jogamos o card game não colecionável Citatels. Infelizmente não pudemos terminar a partida. Aí fui jogar D&D com meu grupo de jogo. Enquanto conversava, um amigo me chamou de Tsu, aí um dos mestres virou pra mim e disse:”vc é o Tsu do fórum TPK? Eu sou o Alian “Pronto, encontrei mais um. Aí fui buscar a galera do Vozes+TPK pra apresentar pro Alian.

Assisti um pouco da mesa de vidro, concordo que foi um evento organizado em pouco tempo, demandando um esforço hercúleo da equipe organizadora. Tendo isso em mente vou listar minhas considerações:

Coisas legais do evento: Reencontrar uma galera do Encontro de Blogs do ano passado e conhecer gente nova, Exposição de esculturas e Workshop da Melies (é impressionante, veja as fotos aí na blogosfera). Sala de coisas medievais (roupa, armas, comida, etc), wifi disponível (eu não levei meu note, mas ter wi fi é ótimo para os blogueiros), galera do RPGArautos, local próximo ao metrô, Bom é Jogar RPG e cosplayers gostosas.

Coisas bizarras: O cara vestido de Cinderela Branca de Neve foi vergonhoso. Crossdresser no evento de RPG é triste, mesmo que seja uma brincadeira.

Pontos a melhorar: Não curto eventos no esquema de dungeon. Sem mapa e programação é difícil localizar as coisas. Me perdi algumas vezes. Gostava mais do esquema galpão aberto com todo mundo junto. Mas tudo bem, eu entendo q por questões de preço do aluguel do local, localização, espaço, etc eles tenham escolhido este colégio. Ruim mesmo era o Mart Center lá na zona norte, que é um lugar ruim de condução. Também entendo q o prazo pra organização foi muito curto e a expectativa com relação ao evento é bem grande já que ele veio como substituto ao tradicional EIRPG. Concordo com várias coisas que foram levantadas na mesa de vidro: faltou maquininha de cartão para realizar os pagamentos, panfleto com programação (de preferencia com a divulgação da programação antecipada para a galera de fora já se organizar), Encontro de Blogs de RPG ficou largado, principalmente por não termos uma figura central para mobilizar a parada. Apesar de termos sala, a galera ficou dispersa, infelizmente não conheci várias pessoas como a  galera do Taulukko e o Tio Nitro que eu sei q foram ao evento (pq participo do Grupo de blogs de rpg). Pelo menos, no finalzinho, conheci o Nibelung, tradutor não oficial do Order of the Stick e o Davi Salles do Rolando 20.

Perto das 18:00hs começaram a nos expulsar do evento, me despedi da galera e fiquei na porta do colégio conversando. Lá, do nada, um leitor do meu blog me encontrou pq um dos meus amigos me chamou de Tsu. Depois o Betão, com seu celular, tocou umas musicas de séries/desenhos dos anos 80 pra ver quem acertava mais. Infelizmente errei tudo, até os Tokusatus…moh vergonha. Não queria ir embora, mas o evento acabou de vez.

O encontro de RPG desse ano foi um dos melhores, não pelas atrações, mas sim pela galera legal que conheci e reencontrei lá. E que venha o RPGCon do ano que vem.

Read Full Post »

Querido diário…errr…querido não pq é coisa de boiola.

O meu final de semana de RPG começou na sexta feira. Encontrei a galera do podcast Vozes da Terceira Terra (VTT) e o Doug do podcast Irmandade Heróica . No começo foi muito estranho associar as vozes que eu sempre ouço com os rostos desconhecidos. Fomos para a Liberdade comer um Lamen no Aska, miojo incrementado, como eles rotularam. Jogamos um pouco de D&D e fomos dormir.

No sábado acordamos cedo e fomos para o evento, tivemos uns contratempos no caminho, mas blz. Chegando lá encontrei um player do Tales of Nentir e também o Wallace, um dos organizadores do RPGCon. Dei uma volta pelo evento, encontrei o Daniel Anand gravando o podcast na biblioteca, mas como já tinha uma galera lá para darem seus depoimentos, vi que ia demorar muito e continuei o tour pela escola. A coisa ainda estava parada, eles estavam montando as salas, não tinha muito para ver. Fui até a quadra, onde eram realizados os jogos e vi a galera do RPGArautos. Decidi jogar Living Forgotten. O mestre era muito bom, e como não apareceram muitos jogadores, alguns mestres jogaram na nossa mesa, o que deu uma dinâmica excelente pois todos sabiam jogar bem. Hora do almoço, reencontrei a galera do Vozes e de quebra conheci o Renato do Recife, o Kaijin e o Taz (novamente minha cabeça explodiu na hora de associar a voz ao rosto). Comemos um lanche e tomamos umas brejas num bar lá perto. Então voltei a fazer um tour pelo evento. No leilão de jogos, encontrei o Mamangava do Gurps Nation, ou melhor dizendo, ele me encontrou pq eu nunca tinha visto a foto dele pq eu quase o confundi com o Tarmann (Agora eu lembrei q foi o Phil q me apresentou pro Mamangava no ano passado). É sempre bom encontrar Gurpeiros. O Rey Ooze também me encontrou, e junto com ele estava o Mr Pop que eu não conhecia pessoalmente.

Também vi o Tarmann, o Fábio Sooner, o CF e o Salomão Tek e conheci o Johnny Menezes (famoso pelas suas tirinhas).

No final do dia, parte da galera foi para o O´Malleys e outra parte para a Luderia. Fui com o povo do VTT e forum TPK ao O´Malleys, encontramos o Rocha e o Trevisan, mas o local estava com mesas reservadas e os locais disponíveis eram banquinhos dispersos no balcão. Ia ficar muito difícil rolar uma confraternização com a galera dispersa, então saímos de lá e fomos para um bar na paulista. Sobre o teor da conversa, vcs saberão em breve, pois ela foi gravada. Foi um bate papo bem agradável, mas estranho. Ficar discutindo a cronologia de Dragonlance numa mesa de bar não é coisa que se vê todo o dia hehee.

Logo posto o meu relato sobre o segundo dia do Rpgcon e minhas impressões do evento.

Read Full Post »