Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Gurps Zombies’ Category

Galera, quem não viu ainda, recomendo visitar o Jovem Nerd e conferir a nova série de quadrinhos do Protocolo Bluehand feita pelo Renato Takren, também conhecido no nosso grupo de jogo como Toro do Mundico ou o jogador que controla Góc, o Warlock Gnomo.

As tirinhas estão muito engraçadas e cheias de easter eggs.

Protocolo Bluehand 1

Protocolo Bluehand 2

Anúncios

Read Full Post »

No Japão foi implantado um programa de treinamento para preparar as crianças contra uma possível insurreição zumbi, veja:

http://www.youtube.com/watch?v=ASr5GcuDHug

Primeiro mundo é outro nível. Além de treinamento para terremotos e incêndios, a criançada aprende a lidar com zumbis. O engraçado é o menininho reclamando que o repórter não ajuda. Ele chorou, mas continuou batendo!

criança zumbi

E, aprendam, crianças, armadilha de tabasco não funciona com zumbis a menos que ele tenha hemorróidas.

Read Full Post »

Gurps Zombie Survival

Joguei mais uma sessão de Gurps Zombie Survival neste final de semana. Nossos personagens se refugiaram num hotel-castelo, reforçamos a muralha e os portões, juntamos muitos mantimentos, alguns sobreviventes especialistas do sexo feminino (médica, agrônoma, mecânica…) e agora estamos pensando em formas de cultivar alimentos e obter energia elétrica (conseguimos algumas painéis solares, estamos pensando em construir um catavento para bombear água). Após o massacre de inocentes na mesa passada, nossos personagens ficaram transtornados e discutiram muito sobre o que fazer com os sobreviventes. Não conseguiremos abrigar muitas pessoas no nosso refúgio, mas precisamos de pessoas para ajudar a defendê-lo. Também discutimos sobre quais serão as leis que regirão o refúgio, quem será o líder, punições para os infratores, etc. É estranho quando a sociedade como conhecemos é destruída e nós que temos que reconstruí-la. Criticamos o capitalismo, o despotismo, mas na hora em que precisamos recomeçar do zero, só conseguimos pensar nesses modelos que conhecemos. Instituímos um triunvirato, discutimos um assunto e os três votam, mas isso só vale quando temos tempo para discutir em segurança. Por isso, elegemos também um líder de guerra. No campo, aonde as decisões tem que ser tomadas imediatamente, ele tem a palavra final e inquestionável. Cada personagem ficou incumbido de uma tarefa no refúgio. O meu personagem, por ter habilidades administrativas, ficou responsável por controlar o almoxarifado, mantimentos, previsão de qto tempo vai durar, distribuição, etc. Como os itens são escassos, temos que racionar. Também tenho que ficar de olho e saber o que devemos buscar em nossas incursões.

Definidos nossos papéis, saímos para obter um rádio, um barco (o refúgio fica num penhasco a beira mar, na praia há um pequeno ancoradouro com uma casa)  e mais mantimentos na cidade.

Não vou narrar os detalhes pq foi um jogo bem longo (das 23:00hs até as 10:00hs), mas encontramos um casal de adolescentes não infectos, o rádio que queríamos, o barco e os mantimentos. Foi complicado manobrar o barco, mas conseguimos. A cidade estava infestada, avistamos mais de 1000 zumbis, matamos uns 100, e fugimos do resto. Temos que racionar munição.

Voltamos ao refúgio, no dia seguinte, dois personagens foram investigar a casa do ancoradouro, dois foram cortar as árvores que estavam dentro do terreno (para obter área plantável e aumentar visibilidade) e os outros foram fazer uma incursão para “limpar” a vizinhança.

Fomos submetidos a muita tensão e não descansamos por muito tempo, resolvemos fazer um churrasco para descontrair e conhecermos melhor os novos residentes. Conversamos muito, nos divertimos, bebemos, no final os casais foram se formando e conseguimos “relaxar”. O problema é que o vigia durmiu no posto. Então, na manhã seguinte, haviam muitos zumbis tentando arrombar o portão. Levamos as mulheres para a muralha, para que vissem os zumbis de perto. Uma delas reconheceu um amigo na multidão e desmaiou, as outras seguraram a onda. Pegamos pedras pesadas e jogamos em cima deles para economizar munição. Foi um apedrejamento lindo, inflamamos o ódio no coração dos sobreviventes contra os zumbis. Era uma preparação para se precisássemos levá-los em nossas incursões, para que ninguém ficasse histérico e colocasse tudo a perder. Depois disso, descemos, cavamos valas e enterramos os corpos com as cabeças destruídas.

Read Full Post »

Ae galera, Feliz Ano Novo para todos!

Estou no interior do Paraná e por isso as postagens pararam. Mas, vim aqui para deixar uns recadinhos.

O D3system está com uma promoção, o primeiro que achar todos os podcasts que estão espalhados pela blogosfera ganha o set completo de D&D 4ed. Vc tem q procurar bem pelos blogs pq estão bem escondidos!

O segundo recado é que um amigo meu de SP me enviou um e-mail com a mensagem: Ouro Preto, código amarelo!

Quem leu meu post sobre jogos de zumbis sabe o que isso significa: Alguma coisa ocorreu que o deixou desconfiado de uma possível invasão zumbi. Por isso vim até uma Lan para ver se o encontro online ou se me enviou novas notícias.

Estejam alertas!

Read Full Post »

Não encontrei meus textos rascunhos de Gurps Zombies, acho que só tenho no HD do computador que foi pro saco. Então vou resumir o jogo novamente.

A primeira aventura rolou no Carnaval em Ouro Preto, foi um massacre, mas conseguimos fugir para uma base militar. Avisamos nossas famílias e pessoas de confiança em São Paulo e conseguimos convencê-los a se refugiar em uma área mais montanhosa e pouco habitada.

Como éramos sobreviventes do incidente e aparentávamos saber do que estávamos falando, fomos interrogados pelos militares e depois os ajudamos como consultores. Recebemos um treinamento militar básico junto com outros recrutas.

Os militares conseguiram conter a contaminação. Voltamos para São Paulo. Durante a viagem, estávamos discutindo sobre o Guia de Sobrevivência, quando lembramos que os corpos contaminados podem ser transportados pela bacia hidrográfica. Avisamos os militares e nos preparamos para uma segunda onda de contaminação.

Pegamos empréstimos\financiamentos, sacamos dinheiro, vendemos o que deu para vender e compramos muitas coisas para enfrentar essa crise. Já estávamos com tudo pronto, nos abrigamos na casa-fortaleza dum amigo nosso em Cotia e ficamos de olho nas notícias. Estávamos planejando o lugar para onde iríamos, quando coisas estranhas prenunciavam a invasão. Um acidente na marginal Pinheiros causou um enorme congestionamento. Uma pessoa, que estava andando trôpega pela pista, foi atropelada e quando o motorista se aproximou para prestar socorro, ela o atacou de forma selvagem. A histeria coletiva prejudicou a ação da polícia. A imprensa noticiava tudo.

Fugimos para o sul, um amigo nosso sugeriu uma cidade turística que tinha um hotel castelo, com muralhas e tudo. (depois olhamos no google e vimos que não era um lugar tão bom assim)

Quando chegamos em Santa Catarina, vimos que São Paulo estava tomada pelos zumbis, as fronteiras foram fechadas. Ficamos desesperados, mas faltava pouco para chegarmos no destino planejado.

Read Full Post »

Mais Zumbis

Escrevi Meu primeiro artigo sobre RPG no Pensador Selvagem!

Nele eu falo brevemente do possível apocalipse causado por uma insurreição zumbi. É para ser um artigo interativo, vamos ver se a galera gosta.

Um feliz Ano Novo para todos!!!

Um link adicional: Gerador automático de Zumbis

Read Full Post »

Recentemente, eu fiz um teste na internet muito interessante. Ele mede a sua chance de sobreviver à uma infestação de zumbis. O resultado segue abaixo:

http://www.justsayhi.com/bb/zombie

55%

Estou preparando uma matéria especial sobre infestação zumbi para “O Pensador Selvagem”, aguardem.

E aí, qto vcs pontuaram?

Read Full Post »

Older Posts »